Inbound Marketing 8d Propaganda. Marketing Digital Belo Horizonte
Posted on / by 8D Pro

Inbound Marketing: a estratégia para atrair potenciais clientes

Você já ouviu falar em Inbound Marketing?

O Inbound Marketing ou Marketing de atração, é o conjunto de estratégias que visam atrair e converter clientes por meio de estratégias digitais usando conteúdo de relevância.

O que é Inbound Marketing

 

O Inbound marketing, em sua tradução literal para o português significa ‘marketing de entrada’, porém, seguindo o que o mercado fala, foi nomeado como ‘marketing de atração’. O nome vem do modelo de se trabalhar marketing.

No Inbound, ao contrário do marketing tradicional que investe esforços em ir atrás de clientes, as estratégias são voltadas a atrair potenciais clientes por meio de conteúdo de interesse. Sendo assim, podemos concluir logo de início que o conteúdo é o principal pilar do Inbound Marketing. Esse conteúdo é a forma de educar o público sobre o segmento, criar autoridade e influenciar na decisão de compra de futuros clientes.

O Objetivo do Inbound é: por meio da união da produção de conteúdo e da automação de marketing, atrair potenciais clientes, engajá-los levando-os à compra e tornando-os multiplicadores espontâneos da sua marca.

Para que funcione, a metodologia do Inbound é baseada em etapas, que são: Atração, Conversão, Relacionamento e Venda. Vamos falar de cada uma agora.

 

Funil do Inbound Marketing

As etapas do Inbound Marketing

 

Primeiramente, é preciso ter bem claro que para alcançar mais clientes, devemos conquistar e fazer com que as pessoas se apaixonem por nossa marca. E o que faz o Inbound ser eficiente é o processo estratégico que passa por etapas que tem o objetivo de fazer esse ciclo acontecer.

Mas, sem mais delongas, vamos às etapas.

 

 

#1 Atração

 

Com um nome bem intuitivo, essa é a etapa que atrai potenciais clientes para o seu negócio e então dar seguimento nas outras fases da estratégia. Com isso, a atração é marcada como o início do processo do Inbound Marketing.

 

A regra dessa etapa é conseguir tráfego qualificado para os canais de aquisição. Por isso, é necessário investir energia em produção de conteúdo relevante. Assim, usuários podem se tornar visitantes regulares.

O resultado disso é um público muito mais engajado e propenso a realmente consumir o produto/serviço. 

Existem muitas formas de fazer essa atração acontecer e algumas delas vamos ver agora:

 

BLOG

 

É importante ter muita atenção a essa parte. Já falamos que o conteúdo é o pilar do Marketing Digital, portanto, atente-se ao que será postado.

Um blog bem feito produz conteúdo de qualidade e que agregue à sua persona. Falando nisso, outra estratégia que deve ser feita na etapa de produção de conteúdo é a criação de jornada de compras. Não sabe o que é jornada de compras? Descubra nesse artigo

Além de ter força para ajudar no ranqueamento de um site, é no blog que você pode gerar autoridade no seu segmento, abordando assuntos que dificilmente caberiam em uma página de serviços do seu site por exemplo.

 

Lembrete: É crucial, antes de iniciar qualquer ação de marketing digital, fazer a definição de persona. Assim, as estratégias serão direcionadas à pessoa certa. Para entender sobre definição de persona leia este artigo.

 

SEO

 

Todos os dias milhares de usuários fazem buscas na internet e cada busca é resultante de um problema ou dúvida que esse usuário enfrenta. 

Quando falamos em SEO, falamos em otimização para mecanismos de busca. Basicamente é colocar o seu site na melhor página e colocação do Google. 

O Google estabelece vários critérios para determinar se uma URL é ou não digna de estar na primeira página de resultados e um bom trabalho de SEO deve levar em consideração esses critérios.

Ter um blog com os melhores conteúdos e não investir em um trabalho de SEO não faz o menor sentido. Por isso, dê atenção para esse assunto.

 

Mídia Paga

 

Anunciar na internet é uma opção para gerar resultado a curto e médio prazo, com intenção de visitas, vendas ou geração de leads.

No Google a ferramenta de anúncios é o Google Ads e nas Redes Sociais o Facebook Ads, Instagram Ads, Linkedin Ads e por aí vai.

É possível anunciar em diversos canais, como pôde ver no parágrafo acima. Porém, é necessário estudo e conhecimento para não gastar dinheiro anunciando de forma equivocada. O custo do anúncio varia de acordo com todo o planejamento que será feito e com a meta que você traçar.

 

#2 Conversão

 

A etapa de conversão é o resultado esperado da etapa anterior. No cenário ideal, o visitante ao ser atraído deve se tornar um lead (aquele que demonstrou interesse no que você oferece).

No entanto, quando falamos em conversão estamos nos referindo à ação que o usuário realizou ao ser atraído até nossa página/site. Um site com muitas visitas e pouca conversão não agrega à metodologia do Inbound Marketing.

Mas, novamente existem várias formas de fazer com que seus visitantes convertam. Acompanhe abaixo:

Funil do Inbound Marketing

 

Landing Page

 

As Landing Pages ou páginas de captura são focadas em conversão. O ideal é que nessa página as informações sejam claras e que exista uma única ação para o usuário realizar, sem links para outros lugares e sem conteúdo extenso demais.

As Landing Pages basicamente são constituídas por uma chamada para ação, conteúdo objetivo e formulário. Geralmente, são usadas para oferecer descontos, materiais ricos, testes entre outras ofertas.

 

CTA – Call to Action

 

Os CTA significam chamada para ação, podem vir em formato de frase ou botões. De modo geral, os CTA instigam o usuário a executarem uma ação no seu site ou Landing Page.

 

Exemplo: Faça, leia, compre, baixe, garanta…

 

#3 Relacionamento

 

É uma pena e uma coisa que nenhum empreendedor gosta de ouvir, mas a realidade é que nem todo cliente em potencial está preparado para o momento de compra. Em suma, de acordo com Chet Holmes, apenas 3% do seu mercado em potencial está buscando por uma solução, ou seja, está na etapa de Decisão de Compra.

Funil do Inbound Marketing

Diante disso, obviamente que não vamos descartar essa oportunidade. O que precisamos fazer é manter um relacionamento com esse lead, analisando o estágio da jornada e entregando conteúdos que o façam posteriormente vir a consumir na sua empresa.

No Inbound Marketing, esse relacionamento é o que chamamos de nutrição de leads e pode ser por meio de uma estratégia bem simples. Confira:

 

Email Marketing

 

Por meio do email marketing pode-se criar uma relação com o lead. Porém, é importante avaliar qual o assunto de interesse dele. Não faz sentido enviar curiosidades sobre motocicletas a um lead que demonstrou interesse no novo Jeep.

Os assuntos do email marketing podem variar de acordo com a estratégias, podem ofertar algo, oferecer desconto exclusivo, entregar conteúdo do seu blog ou esclarecer alguma dúvida.

 

#4 Venda

 

Essa é de longe a melhor etapa. É natural que depois de todos os esforços feitos até então, você como empreendedor espere o aumento das suas vendas.

Entretanto, mesmo que tenhamos seguido os passos acima, nessa etapa ainda há muito o que fazer.

Na etapa de venda do Inbound Marketing, é necessário que o seu comercial esteja preparado para receber os leads que o Marketing gerou. É importante que ele saiba esclarecer possíveis dúvidas e seja bem receptivo.

Para auxiliar sua equipe de vendas, recomenda-se o uso de ferramentas que facilitem o relacionamento. Essas ferramentas registram tudo sobre o cliente, para que você saiba exatamente como tratá-lo e em qual etapa da venda ele está.

Apresento-lhes então, o CRM. O CRM é um sistema de relacionamento com o cliente e com o auxílio dele o processo torna-se mais seguro.

 

Passei por todas as etapas do Inbound Marketing, e agora?

 

Ainda depois da venda que teoricamente deveria ser a última etapa do Inbound Marketing, é importante continuar o processo, não deixar o cliente escapar. 

Funil do Inbound Marketing

O mercado é competitivo e soluções surgem todos os dias. Por isso, deve-se preocupar com a retenção desses clientes. Continue a se relacionar com eles. Há um estudo que diz que conquistar um novo cliente custa 7x mais caro do que reter um.

Fora a etapa de retenção, é importante analisar periodicamente os resultados, saber onde houve acerto, onde não funcionou, repensar, traçar novas estratégias se preciso e testar. A palavra testar no Marketing é chave para bons resultados.

 

 

E aí, gostou de saber sobre a estratégia de atrair clientes? Nós da 8D temos uma equipe especializada em Inbound Marketing.

Quer conversar com um de nós? Clique no botão abaixo, estamos ansiosos pelo seu contato.

Deixe uma resposta