A importância do pós-vendas para o seu negócio

O pós-vendas pode ser chamado de arte de fidelizar os clientes que você já conquistou, nada mais é que o conjunto de ações voltadas ao consumidor após ele realizar uma compra.

Ter clientes fiéis que propagam seus produtos ou serviços sem custo algum é o sonho de qualquer empresa. Mas como fazer isso? Não tem nenhuma mágica por trás, apenas o poder do pós-vendas

Nesse artigo vamos explicar como esse planejamento é tão importante nos dias de hoje, e também dar algumas dicas que vão fortalecer o relacionamento da sua marca com seus clientes e ainda garantir uma alternativa mais barata para gerar futuras vendas.

Por que o pós-venda é tão importante?

Infelizmente sabemos que algumas empresas não estruturam seu pós-venda com qualidade. Sabia que isso prejudica o relacionamento com o cliente em várias frentes? Já que há muitos concorrentes no mercado e se destacar em meio a multidão na era digital se tornou um grande desafio.

Então, ao invés  de fidelizar quem já comprou, as empresas erroneamente dão preferência por ações de aquisição para conseguir novos clientes e entrar na disputa por atenção no mundo digital, no entanto, se esquecem do principal que é tampar o furo no funil de pós-vendas e tornar toda a jornada do cliente uma boa experiência do início ao fim.

Pós-venda: importância para o relacionamento com clientes

Já se perguntou o que você deve fazer depois que um cliente fecha uma compra? Você não pode deixar ele simplesmente ir embora e abrir espaço para seu concorrente. Portanto, um bom relacionamento com o cliente se faz essencial em todas as etapas do negócio, mas é no início que você vai preparar o terreno para o futuro do relacionamento de vocês, essa etapa nós chamamos de Onboarding.

Lembre-se, um cliente bem atendido volta a consumir seus produtos e pode atuar como divulgador da sua empresa aumentando sua visibilidade. Dessa forma, fidelizar seus atuais compradores com um excelente pós-vendas é tão importante quanto conseguir novos clientes.

Fidelizar custa menos

Quanto custa para um lead virar cliente na sua empresa? Você sabia que conquistar novos clientes pode custar até sete vezes mais do que fidelizar os consumidores que já compraram da sua marca antes?
Acontece que a aquisição de um novo comprador, o famoso CAC (Custo por Aquisição de Cliente), pode envolver uma série de ações custosas e que podem demorar para dar resultados expressivos. Por isso, vale muito a pena investir seu tempo e dinheiro em um pós-vendas de qualidade para fidelizar clientes que já demonstraram interesse na sua marca ou produto.

Como usar o pós-vendas para fidelizar clientes?

Para começar é preciso entender que não existe um caminho fácil, mas um trabalho duro e constante pensado para construir um bom relacionamento.

Um excelente trabalho de pós-vendas vai muito além de atender bem o consumidor sempre que ele entrar em contato. É se fazer presente na vida do cliente, utilizar a tecnologia a seu favor, estar antenado nas ferramentas de  relacionamento, criar ações de engajamento e alimentar essa relação sempre que possível.

Existem métricas que nós devemos ficar de olho para medir o sucesso de nossas ações, quando o assunto é o pós-vendas temos o Returning Customers que nada mais é do que a quantidade de pessoas que já realizaram uma compra de seu produto ou serviço e voltaram para fazer uma recompra.

Vamos aprender a fazer? Para auxiliar já separamos algumas dicas para realizar uma boa estratégia de pós-vendas e melhorar esse processo dentro da sua empresa

Tenha um processo organizado

O primeiro passo para começar é contar com uma base de dados atualizada e uma equipe bem treinada para atender seus clientes, tendo de forma estruturada como interagir em cada fase de sua  jornada.

Entenda o lado do consumidor, aprenda com ele

Sabe aquela expressão que o cliente tem sempre razão? Pois bem, essa é uma situação delicada que deve ser tratada com cuidado e atenção. Interprete com empatia as reivindicações de seu público e não os confronte, investigue o motivo o qual está causando essa insatisfação e aprenda com ele, um cliente insatisfeito traz grandes lições e garante o sucesso no atendimento para os próximos que virão.

Transparência e cordialidade

É instintivo, as pessoas se sentem especiais e valorizadas quando notam que a empresa gosta de negociar com elas. Assim como é comprovado que os consumidores acabam comprando mais em empresas amigáveis e transparentes, que sabem lidar com suas necessidades especiais e demonstram interesse genuíno por eles.

Confira abaixo algumas ações importantes de pós-vendas que ajudam a nutrir esse relacionamento:

CRM e a gestão do pós-vendas

Agora que você já tem em mente algumas boas práticas e estratégias para implementar uma eficiente régua de relacionamento na sua empresa, vamos falar sobre umas das ferramentas mais importantes desse processo, o CRM.

O CRM (Customer Relationship Management) ou Gestão de Relacionamento com o Cliente é um software que gerencia toda a relação com seu possível consumidor. Porém, vai muito além disso, você pode gerir o pré, a venda e até o pós-vendas.

Ele está na lista das tecnologias corporativas mais importantes para o mercado, já que é através dele que gerenciamos todos os orçamentos, clientes, oportunidades, ações de relacionamento, pré e pós-vendas, tudo em um único só lugar!

Do mesmo modo que é nele que fazemos a maioria das ações de pós-vendas como rastrear e gerenciar as informações com rapidez, integra a sua equipe em qualquer dispositivo, ajuda a solucionar casos com maior agilidade, estreita e otimiza o relacionamento com o cliente e muito mais.

Inclusive temos uma dica para você que quer aprender tudo sobre CRM! No site do Marcão Andrade tem conteúdos para te ajudar com essa ferramenta. Confira e nos conte o que achou depois!

Vale ressaltar que o primeiro passo é analisar a jornada do seu consumidor e decidir qual dos softwares disponíveis no mercado melhor se enquadra à sua realidade e começar a utilizar, o segredo é iniciar!

Então, mãos à obra!

Ainda resta alguma dúvida sobre a importância de investir em um pós-vendas de qualidade? Tenho certeza que não!

Em uma economia igual à nossa é imprescindível fazer com que os clientes voltem a buscar pela sua empresa, e às vezes só é preciso uma boa dose de dedicação. Na dúvida é só lembrar das suas situações como consumidor.

Aproveitando, me fala como sua empresa tem se dedicado a este relacionamento após a venda hoje? Você está ligado nas tendências de marketing digital para o seu segmento? 

Se precisar de ajuda chame a gente, nós temos uma equipe que pode te ajudar a estruturar esses processos dentro da sua empresa!

Processo de Vendas: Entenda a importância de ter um para sua empresa

Muitas empresas se iniciam no mercado sem um Processo de Vendas bem definido. Isso prejudica tanto a rentabilidade quanto a produtividade do setor. Entenda a importância de definir um processo de vendas e algumas dicas básicas para iniciar seu planejamento.

Entenda o que é o Processo de Vendas

O Processo de Vendas da sua empresa deve ser como uma receita, um passo-a-passo que servirá de guia e orientação para seu time de vendas. Sem uma definição deste processo o time de vendas atuará de forma segmentada, desperdiçará mais tempo e consequentemente perderá oportunidades. Uma forma mais visual de entender o Processo de Vendas é compreendendo a Jornada de Compras do Cliente.

Esta jornada é definida pelo caminho que seu cliente realiza desde o primeiro contato com seu negócio, até a realização de um fechamento de venda ou contrato. É verdade que cada nicho de negócio tem sua especificidade, mas existe um modelo mais amplo de Jornada que pode ser adaptado para qualquer Processo de Vendas.

Prospecção

O primeiro passo da Jornada seria a Prospecção de clientes potenciais. A Prospecção pode ser definida por estratégias de Outbound e Inbound Marketing. Estaremos aqui focados na estratégia de Inbound. No Inbound marketing o cliente vai até a empresa e não o caminho contrário, por isso as chances da realização da venda ou fechamento de contrato se tornam maiores.

Nesta etapa, os Leads chegarão até o seu negócio por diversos canais de atração usados nas suas estratégias de Marketing. No nosso blog você encontra diversos conteúdos sobre o assunto que irão ajudá-lo a compreender melhor.

Seu objetivo nesta etapa deve estar bem definido e também suas Personas. Muitas empresas pensam nesta etapa de maneira superficial e por isso encontram muita dificuldade na hora do fechamento da venda, tendo uma alta taxa de Churn (desistências de compra).

Se sua prospecção ainda não se adaptou às novas técnicas do mercado, corra atrás de se atualizar. Invista em seu Time de Marketing ou conte com o apoio de uma Agência.

Conversão

Nesta etapa, o possível cliente (que chamaremos de Lead) irá passar por várias etapas que sinalizarão para sua equipe se o mesmo tem mais ou menos interesse em seu produto. Até que este lead se torne uma oportunidade é interessante deixá-lo por conta de seu time de Marketing que irá produzir conteúdo para nutri-lo.

Quanto mais conteúdo este lead consumir mais interessado ele estará em seu produto. Cabe um alinhamento entre o time de Marketing e Vendas para que os leads qualificados sejam passados para os processos finais da venda.

Atendimento

Um trabalho bem feito do time de Marketing trará até seu time de vendas um grupo qualificado de possíveis clientes, mas não basta ele estar bem nutrido. Neste momento, existe também a necessidade do seu time de vendas passar confiabilidade e segurança para encaminhá-lo ao fechamento da compra.

É de extrema importância que seu processo de atendimento esteja bem definido e que não deixe o lead sem contato neste momento. Quanto mais tempo a venda demorar maior a chance da desistência.

Um time de Inside Sales ou vendas bem treinado e alinhado com seu marketing trará os resultados e fechamentos que sua empresa precisa. É de extrema importância o entendimento das necessidades e dores do cliente neste momento. Trazer as soluções que ele realmente precisa tornará a venda muito mais possível.

Proposta

Neste ponto, é importante que seu lead já tenha sido bem trabalhado pelo time de vendas, este será o ponto crucial para o fechamento. A proposta da sua empresa deve ser clara e focada nas soluções das dores específicas daquele cliente.

A dica da 8D é que você tenha um modelo base de proposta, mas sempre o atualize de acordo com o segmento ou necessidade desse cliente. É claro que isso vai depender do seu nicho de atuação e do quanto seu produto ou serviço é personalizável.

Contrato

Após o aceitar da Proposta, o que contará para gerar autoridade para seu negócio é um contrato bem estruturado, formalizado, transparente e objetivo. Independentemente do segmento de seu negócio tente fazer deste processo o mais formal possível. Encaminhe o contrato via e-mail, evite enviá-lo via WhatsApp e tenha um modelo de documento bem escrito.

Não prometa mais do que pode cumprir, seu cliente ficará muito mais satisfeito se você atender a tudo que está especificado no contrato do que se ele tiver muitas promessas que não serão cumpridas posteriormente.

Pós venda

Venda concluída e o processo da venda terminou, não é mesmo? Errado. Uma das etapas que mais irá garantir que você mantenha seu cliente será a etapa que ocorre após a finalização da venda. É importante sempre buscar entender como o cliente está em relação ao seu serviço ou produto.

Não tenha medo de descobrir que ele está insatisfeito, por exemplo. Só por meio do feedback do seu cliente sua empresa será capaz de se aprimorar e evoluir para conquistar cada vez mais o mercado. Realize pesquisas, deixe bem claro para o cliente que sua opinião é importante, isso trará mais confiança e quem sabe até indicações do mesmo.

 A 8D recomenda que você tenha alguém na sua equipe responsável pelo Customer Service (ou Atendimento ao Cliente).

Agora que você entendeu o processo de vendas por meio das etapas da jornada de seu cliente você precisa botar em prática, não é mesmo? Para isso recomendamos que seja feita uma análise dos processos já estabelecidos atualmente e identificação das adaptações e dos ajustes que poderiam melhorar seus processos.

Esperamos que nossas dicas ajudem seu negócio a evoluir sempre e a vendar mais. Não se esqueça que a 8DPro está pronta para ajudá-lo. Fale agora com um de nossos especialistas e descubra a melhor solução da 8D para seu negócio.

Como Marketing e Vendas juntos podem melhorar suas vendas?

Sabemos que, apesar da necessidade dos setores de Marketing e Vendas trabalharem juntos, em muitos casos pode ser comum haver atritos entre ambos. É necessário dizer que essa relação conturbada pode prejudicar o desempenho da sua empresa. Mas não se preocupe, neste artigo vamos mostrar os benefícios entre o casamento de marketing e vendas, como aplicar o Vendarketing na prática e dar dicas para facilitar a relação entre as duas áreas.

Nós da 8D preparamos algumas dicas para melhorar o relacionamento entre os times de Marketing e Vendas da sua empresa. Aprenda a unir  os dois setores de forma agradável e aumente suas chances de conseguir uma conversão de leads mais alta. 

Comunicação entre o time de Marketing e Vendas

Essa é a primeira e mais importante. Pode parecer básico, mas muitos setores não conversam entre si. Para ter uma comunicação assertiva com o seu cliente os dois setores precisam ter uma boa comunicação. Assim, o setor de marketing consegue passar a melhor forma do setor de vendas abordar o lead e o setor de vendas ajuda o setor de marketing mostrando o que o cliente mais gosta. Com isso, os dois setores conseguem cruzar os dados e encontrar uma forma estratégica de comunicação com o cliente. 

Saber qual é a persona da sua empresa

Conhecer a persona do seu negócio faz uma grande diferença na hora da venda e é necessário para seu time entender com quem está falando. Sabendo dialogar diretamente com a sua persona, você consegue falar e oferecer os produtos certos e mais eficazes. Mostrando para o setor de vendas a diferença entre o seu público alvo e a sua persona, você vai conseguir trazer o seu cliente para mais perto da sua empresa e, com isso, impulsionar suas vendas e aumentar suas conversões.  

Educar o cliente

Os dois setores possuem informações importantes sobre o cliente, juntando todas elas, o time de marketing conseguirá educá-lo. Mas o que seria educar seu cliente? Nada mais que  fornecer informações que façam com que ele entenda mais sobre o mercado e sobre o produto que a sua empresa oferece. Fazendo isso, quando a equipe de vendas for abordar esse cliente, ele já saberá qual problema possui e como a sua empresa pode solucionar as suas dores. Com isso será muito mais fácil para a área de vendas conversar com esse lead, pois ele estará mais confiante sobre o produto e as chances de fechar negócio serão mais altas. 

Case de sucesso

O marketing consegue mostrar para o lead alguns cases de sucesso da sua empresa, assim a área de vendas consegue dialogar isso com o potencial lead e o mesmo se sentirá seguro na hora de tomar a decisão, pois ele terá vários exemplos de sucesso da mesma empresa, em canais diferentes.

Assim, o cliente percebe que a sua empresa possui a mesma organização, planejamento e linha estratégica, trazendo mais tranquilidade de que o mesmo será feito com ele e sua empresa.

Hora de implementar a união dos times 

Colocando essas dicas em prática sua empresa vai conseguir ter os times de Marketing e Vendas unidos, que entendem o que o cliente precisa e que estão andando lado a lado com a comunicação que querem passar para o cliente. Dessa forma,  não correm o risco de ocorrerem falas divergentes e nenhum desentendimento. Aumentando o número de vendas e a satisfação do cliente.

E aí, gostou das dicas da 8D? Esperamos que sim. Caso sua empresa precise de consultoria conte com um de nosso especialistas, estaremos mais do que felizes em ajudar a sua empresa a crescer. 

Vender pelo WhatsApp: um manual de boas práticas

Percebemos a importância de vender pelo WhatsApp quando escutamos diretamente do nosso cliente “pode me passar mais detalhes pelo WhatsApp?” ou até mesmo “me envie o orçamento pelo WhatsApp”. Com proposta de comunicação informal, o WhatsApp vem aos poucos tentando se adaptar ao meio do “business” e está se mostrando preferência de muitos leads. 

O uso de boas práticas, um bom planejamento e muita organização vão ser essenciais para que você não se perca no meio de tantas mensagens. A seguir, valiosas dicas para você não deixar nenhuma oportunidade de vendas escapar:

Separe o pessoal do profissional

Aprender a separar o âmbito pessoal do profissional é essencial e isso não deve ser exceção quando for vender pelo WhatsApp. De maneira alguma use o seu número pessoal para sua empresa. Para te ajudar com essa divisão, a própria plataforma desenvolveu a ferramenta business. Voltada para o uso empresarial, ela agrega diversas funções que serão essenciais na comunicação com seus clientes, por isso, comece agora mesmo a usar o WhatsApp business

 

Estabeleça horários de atendimento

Uma das principais funcionalidades encontradas no business é a de estabelecer horários de atendimento para seus clientes. A mensagem de ausência é personalizável e será enviada quando alguém insistir em te chamar em momentos indevidos, por exemplo. 

Além de benéfica para você e os integrantes da sua equipe, essa simples configuração irá impedir que seu cliente fique insatisfeito com a espera e até mesmo venha a fechar negócio com seu concorrente. Ao receber um retorno imediato seu cliente sentirá que você se importa com o contato dele.

Padronize sua comunicação para vender pelo WhatsApp

Se seu cliente pede uma linguagem mais formal estabeleça uma forma padrão de comunicação, seja você mesmo o responsável pelo atendimento ou toda a sua equipe. Além disso, faça o uso da logo na foto do perfil, configure as informações no máximo de categorias disponíveis na plataforma e deixe o link do seu site visível. Outra facilidade incrível é a possibilidade de personalizar mensagens rápidas e automáticas.

Defina uma estratégia 

É muito importante definir uma estratégia para alinhar em qual etapa do funil você irá usar o WhatsApp. Se o decidido for usar a ferramenta apenas na fase de pré-vendas, deixe claro para o cliente que não realiza suporte pelo mesmo canal. Isso será muito importante para você se alinhar a expectativa do cliente. Caso decida também utilizar a ferramenta para o suporte ao cliente, ou pós-vendas, procure formalizar o envio de contratos e até mesmo orçamentos de serviços por e-mail. Essa ação demonstra profissionalismo e facilita a organização destes documentos.

Atraia leads para o WhatsApp

Antes de sair postando seu número de WhatsApp nas redes reflita em que momento sua empresa se encontra e qual será o público alvo deste canal. Depois use de estratégias básicas para atração: adicione o link para seu WhatsApp nos seus perfis de rede social, ou Linktree. Isso facilitará para que seu lead não precise copiar o número para os contatos. Outra estratégia incrível é a implementação do botão do WhatsApp no seu site ou em landing pages, esta função é possível graças a integração do CRM da RDStation com o WhatsApp business (versão web). 

Organize seus contatos

Ter um CRM (base de leads) bem organizado é super importante para gerir seu funil de vendas, nutrir possíveis clientes e não perder oportunidades. Mas como não bagunçar seu CRM se a todo momento um novo Lead ou oportunidade surgem pelo seu WhatsApp? A integração WhatStation veio para solucionar este problema. Ela é uma integração do CRM da RDStation com a plataforma do Whatsapp Web - aquela versão que você usa no Chrome. Pra quem já usa o CRM da RD é só baixar a extensão através da Chrome Web Store.

Essas foram as dicas da 8DPro para você fazer um bom uso da ferramenta e vender pelo Whatsapp. Quer saber mais sobre o uso do Whatsapp para Marketing e Vendas? Assista o Webinar completo que a 8DPro preparou pra você.

Saiba o que é LTV e como calcular o seu

Você sabe justificar seus orçamentos de marketing? Se não, está na hora de entender mais sobre o que é LTV e como essa métrica vai permitir que você saiba exatamente quanto vale cada novo cliente para sua empresa.  (mais…)

Como aumentar o faturamento com Marketing Digital

Você sabia que com as estratégias do marketing digital você pode aumentar o faturamento da sua empresa? Os lucros de quem investe nessa metodologia de negócio crescem cerca de 18% ao ano, e isso não é por acaso. 

Com certeza você já reparou na mudança do mercado e em como o marketing vem ganhando novos formatos e campos de atuação com o passar do tempo. Se antigamente uma promoção já era suficiente para aumentar suas vendas, atualmente o esforço para conquistar a atenção do seu cliente precisa ser um pouco maior. 

Você precisa estar onde o seu público está, e esse lugar é a internet. De acordo com o IBGE, o Brasil tem 120 milhões de pessoas conectadas à internet. Somos o quarto país mais conectado do mundo, ficando atrás apenas dos EUA, Índia e China.

Por isso, ter presença digital é indispensável para sua empresa. Diante das possibilidades do mercado online, tornou-se possível aumentar o faturamento com marketing digital. Desde que haja estratégias sólidas, validadas e de acordo com as necessidades do seu público-alvo.

(mais…)

Ciclo de Vendas: Conheça esse indicador de eficiência

Quanto tempo demora para um lead virar cliente na sua empresa? Se você sabe responder  estamos no caminho certo e você tende a ter bons resultados ao usar essa métrica a seu favor. Porém, se você não sabe me responder essa questão, provavelmente está deixando você no escuro, consequentemente, gastando mais energia para levar o seu prospect à venda. 

 

 

Agora que você assistiu ao vídeo continue nos acompanhando e entenda um pouco mais sobre o indicador que muitas pessoas jogam no lixo.

 

O que é o ciclo de vendas

O ciclo de vendas é o indicador que vai medir o tempo médio de venda do seu produto ou serviço. É basicamente o tempo entre a chegada do lead para o seu setor comercial até o financeiro dar check na assinatura do contrato. 

Esse indicador é importante para medirmos em quanto tempo as vendas são fechadas e com base nisso conseguirmos traçar metas de vendas para as nossas equipes, medir produtividade, saber a etapa em que é gasta mais energia e finalmente poder estruturar nosso processo comercial de forma eficiente.

Aqui na 8D esse indicador já faz parte da nossa realidade e foi trabalhando em cima dessa métrica que conseguimos otimizar o nosso processo comercial e conquistar um case de sucesso em 2019. No entanto, essa ainda não é a realidade de muitas empresas. 

A resposta mais comum quando perguntamos sobre ciclo de vendas é: "depende" ou "varia".

 A intenção de observar o ciclo de vendas é reduzir cada vez mais esse caminho da chegada do lead até a efetivação da venda. Imagine um cenário em que o ciclo de vendas de uma empresa foi metrificado em 30 dias. Isso significa que essa empresa precisa de 1 mês para fechar um novo cliente, se esse ciclo for reduzido pela metade, dois novos contratos podem ser fechados no mesmo tempo.

Esse cenário faz sentido para você? Consegue enxergar o quanto esse indicador interfere diretamente nos resultados do seu negócio?

E não se preocupe com a redução do tempo. Não se trata de fazer uma venda corrida, mas de analisar, aperfeiçoar e otimizar os processos desempenhados hoje. 

Quando você consegue fazer uma projeção do seu ciclo de vendas, é possível saber quando dar o próximo passo em direção à venda ou quando insistir demais em um lead já não está sendo mais um bom negócio. Ou seja, as suas ações passam a ser baseadas em dados.

 

 

Como funciona o ciclo de vendas e como descobrir o seu

 

Falamos anteriormente que o ciclo de vendas funciona como a métrica para medir o caminho completo do seu cliente com a sua empresa. Neste momento, você deve estar se questionando como medir o seu ciclo e o que você precisa fazer para acertar nos números.

Bom, para descobrir o ciclo de vendas depende de alguns fatores, um deles é a jornada de compra do seu cliente. Ao detectar em qual etapa da jornada o seu prospect está você terá uma estimativa do prazo de fechamento da venda. Para compor o ciclo de vendas temos basicamente as seguintes etapas:

 

É importante lembrar que essas etapas são padrão para a maioria dos casos, mas a sua empresa pode adicionar ou alterar as etapas de acordo com a realidade do negócio. Desde que isso não afete no relacionamento com seu cliente.

Depois de definir as etapas, é preciso elaborar como agir em cada uma delas. A sacada é entender que cada fase engloba suas próprias ações e que cada uma exige um determinado período de tempo. 

Se você demorar muito tempo com o cliente desde o contato inicial até a negociação, por exemplo, vai interferir diretamente no fechamento e por fim no faturamento. Por isso o processo de vendas é um ciclo que precisa de um planejamento bem estabelecido. 

Outro ponto positivo em acompanhar o ciclo de vendas é que esse indicador vai determinar quantos leads precisam ser atraídos para alcançar a sua meta de vendas, compondo toda sua estratégia de planejamento de marketing junto ao comercial.

 

Dicas, ferramentas e processos para você medir esse indicador 

 

Saber se as etapas que compõem a sua venda estão sendo trabalhadas de forma assertiva é muito importante para traçar metas e otimizar os processos de compra. E fica muito mais difícil entender onde está o problema quando cada uma dessas etapas não tem um tempo médio definido, concorda? 

O ponto principal é a organização! Para acompanhar o ciclo de vendas é preciso monitorar constantemente, comparar com as metas que foram estipuladas no planejamento do seu ciclo e tomar ações sempre que for necessário. 

Você precisa manter esse acompanhamento constante e para isso você pode contar com a ajuda de um CRM, como fazemos aqui na 8D. O CRM é um software de relacionamento com o cliente, nele é possível detalhar cada passo que o seu prospect dá a caminho do fechamento e até mesmo as ações pós venda que você deve realizar para reter esse cliente.

Aqui na 8D nós utilizamos o CRM da RD Station e foi com ele que batemos nossa meta comercial em 2019 e sabemos que estamos dentro dos números em 2020. Fazemos assiduamente o acompanhamento das nossas oportunidades e trabalhamos cada uma de acordo com as etapas estipuladas dentro do CRM.

E aí, você também quer bater suas metas e potencializar seus resultados em 2020? Nós costumamos dizer que não adianta apontar o defeito, tem que ajudar a corrigir. Então preparamos uma planilha para que você possa ter uma média do seu ciclo de vendas. O download é gratuito e você acessa sua planilha clicando no botão abaixo.