Diferenças entre B2B e B2C?

 

Você sabe qual modelo de mercado é o mais recomendado para a sua empresa? Qual é o seu público alvo? Hoje, nós da 8D, vamos te apresentar alguns conceitos que irão ajuda a conhecer melhor o seu próprio negócio e o consumidor que se conecta com ele. A partir disso, apresentaremos caminhos que irão ao encontro de ações que gerem resultados para você.   

 

B2B e B2C, siglas simples e semelhantes. Será que possuem grandes diferenças em seus significados?
Continue a leitura deste artigo e descubra a grande diferença entre B2B e B2C essas siglas tão comuns no mundo dos negócios. Aprenda também como identificar o seu público alvo e como usar as estratégias de marketing de forma assertiva. 

 

O que é B2C?

B2C é uma sigla em inglês que significa “Business to Consumer”, que nada mais é do queo nome dado a uma empresa que vende ou presta serviço diretamente para o consumidor final. Uma compra realizada em uma loja de shopping, no supermercado  ou qualquer serviço realizado diretamente para o cliente final (pessoa física). 

O que é B2B?

B2B  é a sigla para “Business to Business” que significa , em português, “de negócio para negócio”. Ao contrário do B2C, o B2B não vende ou presta serviço para o consumidor final. Nesse caso, a empresa vende para outras empresas. Como, por exemplo, empresas de software, empresas que fornecem matéria prima, empresas farmacêuticas e da área da saúde.

 

Diferença de consumidores entre B2B e B2C

Os consumidores B2C tendem a ter o fator emocional como grande peso nas tomadas de decisões e muitas empresas chegam até os seus clientes assim, por meio de uma abordagem mais emotiva. Seja no final do ano, uma família feliz participando de alguma refeição ou um modelo usando uma roupa específica para uma ocasião especial.

O lucro da empresa normalmente se dá em várias pequenas vendas para vários clientes. A negociação é rápida e envolve poucas pessoas, normalmente apenas o vendedor e o cliente. O ticket médio do consumidor é baixo.


Já os consumidores B2B tendem a ter o aspecto racional predominante na hora de fechar uma compra, as negociações demoram mais tempo e costumam envolver várias pessoas, pois são decisões mais complexas. Com isso, a recorrência de vendas é mais alta, pois após essa extensa negociação cria uma parceria entre empresas. O ticket médio desse consumidor é médio-alto e normalmente o lucro das empresas B2B vêm de uma boa e recorrente venda.

 

Estratégias de Marketing para B2C e B2B

Atualmente, o Marketing Digital está a alcance de muitos. Com isso, ambos modelos de empresas devem utilizá-lo. Mas é preciso se atentar ao tipo de comunicação que irão passar nesses canais.

 

As empresas B2B precisam ser mais segmentadas e especializadas para atingir o seu público e investir em um conteúdo rico. Alguns canais mais utilizados são: redes sociais, podcasts, ebooks, revistas especializadas e TV.

 

As empresas B2C precisam estar presentes em massa para que o seu cliente tenha sempre algum contato com o seu produto. As redes sociais, blogs, TV e até mesmo boca a boca fazem parte das abordagens pertinentes para este perfil. Em ambos os casos o foco deve estar totalmente em cima  do público alvo.

 

No modelo B2C, o cliente se interessa mais com produtos que se conectam ao seu desejo e necessidade do momento. Mesmo com o cuidado e atenção em relação a preço, material e qualidade, a maioria finaliza a compra por causa de um apego emocional com a marca. No B2B a melhor maneira é prender a atenção do seu cliente com conteúdos relevantes. Depois que o cliente entende sobre o seu produto e se sente seguro ele se move de forma rápida no funil, acelerando o processo de venda.

 

Conheça o seu consumidor

Mesmo os dois modelos conversando com públicos diferentes, pode-se entender que para ter sucesso nas vendas com qualquer público é necessário conhecê-lo, saber onde e como se conectar com ele, para então obter uma boa conversão de lead para cliente.

 

Investindo em marketing digital e em uma agência especialista no assunto você consegue se aventurar no mercado com um a estratégia e um plano de marketing assertivo para valorizar sua empresa e atrair o seu cliente.

Entre em contato com um dos especialistas da 8DPro para conversar mais sobre. Ficaremos muito felizes em te ajudar.

 

8 Dicas para escolher os melhores Formatos de Conteúdo pro seu Marketing

Muito se fala a respeito da criação de diversos formatos de conteúdo para o Marketing Digital. Mas, como definir qual deles irá atrair mais seus leads e gerar mais vendas? Esse post irá te ajudar com diversas dicas sobre produção e formatos de conteúdo.
O primeiro passo para definir o formato e produzir um conteúdo é pensar em seus objetivos com os mesmos. Para atender cada um, existem diversos formatos que podem servir de forma criativa a suas estratégias de Marketing.

A seguir, nós da 8D preparamos – não por coincidência - 8 dicas para você decidir sobre os formatos de conteúdo certos para o Marketing de sua empresa:

1- Conheça os formatos possíveis

Antes de decidir qual conteúdo usar, é necessário conhecer as diversas possibilidades de criação. Para te ajudar segue abaixo uma lista com os mais usados:

[vc_single_image image="15045" img_size="large" alignment="center"]

Você com certeza já deve ter ouvido falar de alguns ou já teve algum contato com grande parte destes formatos. Eles fazem parte do dia-a-dia das redes sociais e da internet em geral.

2- Defina Personas

Para definir qualquer estratégia de Marketing você deve pensar em personas, ou seja, com quem você está se comunicando. E o formato do conteúdo que irá utilizar também se baseia nesta mesma estratégia. Será que este público iria se engajar mais com um Post no blog ou com um stories de instagram? Essas perguntas são importantes e devem ser respondidas com base nas informações obtidas de seus leads.

Entender em quais canais eles estarão mais presentes irá facilitar na decisão do formato mais adequado.

3- Dê um objetivo para cada formato de conteúdo

Defina bem os seus objetivos com aquele conteúdo. Se o objetivo for de nutrir leads, pense em formatos que irão facilitar a transmissão deste conhecimento. Já se o objetivo for realizar uma venda, pense em formatos atrativos de posts, por exemplo, que levarão seu lead a direção que você objetiva. Não se esqueça de guiar o lead para o próximo passo depois de interagir com seu conteúdo, usando, por exemplo, um CTA (Call To Action). 

4- Escolha os formatos de conteúdo por canal

Onde estão seus Leads? Se estiverem no Youtube produza vídeos para seu canal com regularidade. Se você já tem seguidores no Instagram invista em lançar stories com frequência. Algumas estratégias interessantes utilizam vários desses canais para um conteúdo com mesmo objetivo. Mas lembre-se, cada canal pede uma adaptação. Não basta postar a mesma coisa em seu Blog e nas redes sociais. As redes sociais tendem a ser mais dinâmicas, então posts de imagem e vídeos geralmente são mais atraentes nestes canais.

Uma estratégia interessante é criar o mesmo conteúdo em diversos formatos e adaptá-los para que todos seus canais conversem entre si.

5- Diversifique os conteúdos para diferentes etapas do funil

Lembre-se que é importante prender a atenção do lead para que ele consuma seu conteúdo até o final, seja um vídeo, um Webinar ou um ebook. Um lead que ainda tem pouco conhecimento sobre o assunto pode interagir mais com um vídeo rápido, ou um infográfico. Já um lead que está mais à frente na jornada de compra poderá querer se especializar mais, assinar uma série de e-mails, ver um Webinar com tutoriais mais aprofundados sobre o assunto.

6- Comece a fazer pelo que consegue

Você viu que existem diversos formatos de conteúdo, mas será que você precisa trabalhar com todos eles? Provavelmente seria uma demanda enorme e você ou sua equipe de Marketing estariam atolados de trabalho, não é mesmo? Se você sozinho lida com o Marketing da sua empresa comece pelo básico. Ter um blog com dois posts semanais já pode fazer toda diferença. Também lembre-se que a 8DPro oferece o serviço de Inbound Marketing, onde ficamos responsáveis pela produção e gestão de suas estratégias e conteúdos.

7- Defina jornada do lead

Conteúdo pronto, formato definido, e agora? É necessário definir como este conteúdo irá chegar até seu lead e qual o caminho este lead tomará após consumi-lo. Se seu objetivo for nutrir seu lead para uma venda ou compra de serviço, coloque um E-book para download, por exemplo, mas solicite o e-mail deste lead para que ele seja posteriormente contatado por automações de e-mail e assim você  consiga acompanhar sua Jornada de Compras. 

Dica 8DPro: direcione sempre este lead para uma ação integrada ao seu objetivo.

8- Teste e analise resultados

Existem ferramentas de Marketing para analisar com quais formatos de conteúdo seus leads têm interagido mais. As próprias redes sociais disponibilizam algumas dessas informações, como o Youtube ou Facebook. Ter uma análise clara desses dados permitirá que seu Marketing seja voltado para produzir conteúdos que seus leads interajam mais. 

Ter ferramentas e um profissional especializado em Marketing torna possível testar e analisar qual será o formato que te trará mais vendas ou fortalecerá a autoridade da sua empresa. A 8DPro tem um time completo de especialistas que podem te ajudar a definir as melhores estratégias para o Marketing Digital da sua empresa.

Os benefícios da produção de materiais ricos: confira 5 dicas para executar essa estratégia

Você sabe o que são Materiais ricos? Já produz? Este artigo vai te explicar tudo que sua empresa precisa saber para produzir e usar esses materiais como estratégia de Marketing essencial.

O que é material rico?

Para começar, entenda o conceito. Material rico nada mais é do que um conteúdo produzido com mais informações sobre determinado assunto do que um artigo, por exemplo. O mais importante é que eles sejam produzidos com o intuito de nutrir seus leads, fazendo parte da sua estratégia de Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing.  Alguns dos principais exemplos de materiais ricos são:

Agora que você já sabe o que são, deve estar se perguntando: “Como implementar estes materiais para o marketing da minha empresa? ”. Pensando nisso, a 8D preparou várias dicas para você usufruir dessa estratégia que pode te ajudar a melhorar seu relacionamento com clientes e gerar mais vendas. Confira!

Escreva sobre o que sua empresa sabe

Uma das principais consequências positivas da produção de materiais ricos é a mudança na forma que seus leads irão ver sua marca. Se a sua empresa oferece serviços de T.I., por exemplo, escreva sobre assuntos relacionados a área e seus clientes te notarão como autoridade no assunto. Sabia que ser especialista em um segmento passa a confiança necessária para o fechamento de uma venda? Caso você atue no Marketing e não tenha conhecimento técnico sobre os serviços e produtos da empresa, busque ajuda dos outros setores e os envolva na criação destes materiais.

Produza materiais para diferentes fases do funil de vendas

O primeiro passo para escrever um material relevante é pensar em seu público. Para quem será direcionado este conteúdo? O Inbound Marketing pode focar no público de topo de funil, aqueles que ainda nem sabem que precisam do seu serviço ou produto e precisam ser educados desde o básico sobre o assunto. Mas também pode se dirigir ao fundo do funil, onde estão aqueles clientes que já sabem do que precisam, mas procuram diferenciais para realizar a compra e, por isso, se informam a fundo.

Produza materiais de qualidade

De nada adianta demandar a produção de um material e o mesmo não ter um resultado atrativo para seus leitores. Procure referências, pesquise muito e não escreva achismos ou frases prontas. Também tome cuidado com o nível de tecnicidade do assunto, caso o tema abordado no material seja muito complexo, você terá que direcioná-lo para um público muito específico, o que pode não ser tão interessante para seu negócio.

Dica 8D: Sempre considere as dores e necessidade da sua persona para produzir cada vez mais materiais de qualidade. Um conteúdo só é rico se ele enriquece a jornada de conhecimento do seu público.

Defina bem o objetivo da sua estratégia

A partir do momento que seu lead é educado com seu material, você o faz perceber quais problemas seu serviço ou produto resolvem para ele. Se seu objetivo é nutrir seus leads com informações sobre seu serviço, defina o tipo de linguagem que este usuário usa para escrever seu material. Se seu objetivo for, por exemplo, alcançar mais pessoas, você pode pensar em produzir um vídeo sobre algum assunto do interesse das personas do seu negócio. Cuidado apenas para não fugir do leque de temas relacionado ao seu negócio.

Um objetivo bem definido te ajuda na criação de estratégias. Se você produz material sem pensar nisso, pode estar gastando tempo e até dinheiro de forma desnecessária.

Divulgue

Parece óbvio, mas não adianta nada produzir um material de alta qualidade, ter estratégia, personas e objetivos bem definidos e não divulgá-los da maneira correta. Volte sua atenção para seu público novamente e defina em quais canais este público teria maior interação com este material. Se for um e-book, como posso direcioná-los para o download? Existem diversas estratégias eficientes para isso,  algumas mais utilizadas para divulgação de materiais ricos estão citadas abaixo:

 

E aí, gostou das dicas que a 8D preparou par você? Esperamos que sim. E se precisar de ajuda com o Marketing Digital da sua empresa, entre em contato com um de nosso especialista. Estamos prontos para ajudá-lo.

Como Marketing e Vendas juntos podem melhorar suas vendas?

Sabemos que, apesar da necessidade dos setores de Marketing e Vendas trabalharem juntos, em muitos casos pode ser comum haver atritos entre ambos. É necessário dizer que essa relação conturbada pode prejudicar o desempenho da sua empresa. Mas não se preocupe, neste artigo vamos mostrar os benefícios entre o casamento de marketing e vendas, como aplicar o Vendarketing na prática e dar dicas para facilitar a relação entre as duas áreas.

Nós da 8D preparamos algumas dicas para melhorar o relacionamento entre os times de Marketing e Vendas da sua empresa. Aprenda a unir  os dois setores de forma agradável e aumente suas chances de conseguir uma conversão de leads mais alta. 

Comunicação entre o time de Marketing e Vendas

Essa é a primeira e mais importante. Pode parecer básico, mas muitos setores não conversam entre si. Para ter uma comunicação assertiva com o seu cliente os dois setores precisam ter uma boa comunicação. Assim, o setor de marketing consegue passar a melhor forma do setor de vendas abordar o lead e o setor de vendas ajuda o setor de marketing mostrando o que o cliente mais gosta. Com isso, os dois setores conseguem cruzar os dados e encontrar uma forma estratégica de comunicação com o cliente. 

Saber qual é a persona da sua empresa

Conhecer a persona do seu negócio faz uma grande diferença na hora da venda e é necessário para seu time entender com quem está falando. Sabendo dialogar diretamente com a sua persona, você consegue falar e oferecer os produtos certos e mais eficazes. Mostrando para o setor de vendas a diferença entre o seu público alvo e a sua persona, você vai conseguir trazer o seu cliente para mais perto da sua empresa e, com isso, impulsionar suas vendas e aumentar suas conversões.  

Educar o cliente

Os dois setores possuem informações importantes sobre o cliente, juntando todas elas, o time de marketing conseguirá educá-lo. Mas o que seria educar seu cliente? Nada mais que  fornecer informações que façam com que ele entenda mais sobre o mercado e sobre o produto que a sua empresa oferece. Fazendo isso, quando a equipe de vendas for abordar esse cliente, ele já saberá qual problema possui e como a sua empresa pode solucionar as suas dores. Com isso será muito mais fácil para a área de vendas conversar com esse lead, pois ele estará mais confiante sobre o produto e as chances de fechar negócio serão mais altas. 

Case de sucesso

O marketing consegue mostrar para o lead alguns cases de sucesso da sua empresa, assim a área de vendas consegue dialogar isso com o potencial lead e o mesmo se sentirá seguro na hora de tomar a decisão, pois ele terá vários exemplos de sucesso da mesma empresa, em canais diferentes.

Assim, o cliente percebe que a sua empresa possui a mesma organização, planejamento e linha estratégica, trazendo mais tranquilidade de que o mesmo será feito com ele e sua empresa.

Hora de implementar a união dos times 

Colocando essas dicas em prática sua empresa vai conseguir ter os times de Marketing e Vendas unidos, que entendem o que o cliente precisa e que estão andando lado a lado com a comunicação que querem passar para o cliente. Dessa forma,  não correm o risco de ocorrerem falas divergentes e nenhum desentendimento. Aumentando o número de vendas e a satisfação do cliente.

E aí, gostou das dicas da 8D? Esperamos que sim. Caso sua empresa precise de consultoria conte com um de nosso especialistas, estaremos mais do que felizes em ajudar a sua empresa a crescer. 

Reforce sua Presença Digital em 5 passos

Por Júlia Lopes

Ter uma forte Presença Digital não significa apenas estar presente nas redes sociais e ter um site. É preciso estabelecer estratégias de alcance e sempre aprimorar o relacionamento com o seu cliente. Se você já se iniciou no meio digital e não sabe qual o próximo passo a seguir ou está procurando alcançar resultados mais relevantes, este post é para você.

 

A partir do momento que você já fez o básico para estabelecer sua Presença Digital - possui um site, Google meu negócio e interage nas redes sociais - fica notável que é preciso fazer mais. Investir em Marketing Digital nunca foi tão importante e para aumentar seu alcance é necessário repensar estratégias e investimentos a todo momento. Para te ajudar, nós da 8DPro daremos valiosas dicas para reforçar sua Presença Digital.

Já falamos aqui no blog sobre os primeiros passos para criar Presença Digital da sua empresa, se você já se iniciou nesse processo deve ter notado que são muitas as estratégias necessárias e as vezes a demanda se torna grande demais, o que pede um time bem estruturado de marketing, às vezes até mesmo a terceirização de serviços. Vamos te ajudar a descobrir qual será o próximo passo para reforçar a Presença Digital do seu negócio.

1- Analise o que você já faz

Antes de começar a implementar novas estratégias mirabolantes e complexas faça uma análise do que você já faz. Sua empresa possui um site para seu negócio? Avalie se ele está tendo visitas e convertendo clientes. Caso não esteja ou você nem saiba muito bem como analisar essas informações busque conteúdos sobre otimização de sites, SEO e Google Ads.

Sua persona está bem definida? Recolha o máximo de dados possível sobre seus leads e clientes. Talvez seu negócio tenha mais de uma persona, já pensou em criar estratégias diferentes para cada uma delas? 

2- Faça o que puder, quando puder

Faça o básico, com o que tem de conhecimento e o que puder implementar agora. Não atole de tarefas os membros da sua equipe e nem ache que pode fazer tudo sozinho. A partir do momento que o básico estiver implementado reveja o que tem funcionado e comece a pensar em novas estratégias, como a produção de conteúdos e outros métodos para atração e nutrição de leads

3- Repense suas estratégias

Ninguém quer gastar dinheiro com campanhas e ferramentas que não trarão retorno. Por isso, é de extrema importância para uma forte Presença Digital a análise de suas estratégias. Se você não sabe quais resultados elas estão trazendo para seu negócio será mais difícil identificar se está sendo um esforço válido ou um gasto em vão.

Inicialmente, os dados obtidos com campanhas podem parecer complexos, ou apenas números sem utilidade alguma. Procure então entender as métricas e KPI's que terão relevância nas suas estratégias. Se tiver muita dificuldade com isso lembre-se que pode sempre contar com a consultoria especializada da 8DPro para apresentar estes dados de forma simplificada para você e te indicar as melhores estratégias.

4- Não se apegue ao que não funciona

Construa sua Presença Digital baseada no que funciona. Não se apegue a estratégias de vaidade ou a ações que sempre foram realizadas. O mercado está em constante transformação e o Marketing Digital da sua empresa não pode parar no tempo. Procure se atualizar e, se os resultados não vierem, permita-se mudar e testar novas estratégias. Tudo isso, claro, com muito planejamento e identificação correta da etapa do gargalo.

5 -Peça ajuda se preciso

Sua equipe já está atolada de trabalho? Não tenha vergonha de admitir que precisa de ajuda. Avalie o que irá compensar mais. Será necessário contratar mais alguém para seu time de marketing, terceirizar algum serviço ou contratar uma agência? Se sente que seu marketing está desorganizado e que está perdendo dinheiro com campanhas mal planejadas pode ser o momento de pedir uma consultoria especializada em Marketing e Vendas. Para isso conte com os especialistas da 8DPro, queremos garantir a saúde do seu negócio.

A importância das estratégias digitais durante e pós pandemia

Sabemos que a pandemia da Covid-19 está constantemente transformando nossa sociedade e diversos foram os impactos causados pela doença ao redor do mundo. Apesar disso, a população está se adaptando e se inovando em diversas práticas. Claro que isso não seria diferente com o comportamento de compra das pessoas e para acompanhar essas mudanças, mais do que nunca é preciso implementar estratégias digitais para o seu negócio. (mais…)

Bullseye Framework: descubra o canal certo para atrair mais clientes

O Bullseye Framework nada mais é do que uma metodologia de growth hacking que utiliza estratégias com o intuito de impulsionar o desenvolvimento acelerado da sua empresa. O processo metodológico consiste em ajudar a estabelecer o foco da estratégia do seu negócio. Em resumo, essa prática muito usada pelas startups, auxilia a definir quais canais investir para atrair mais clientes.  (mais…)

A importância de produzir conteúdo para web

Muito se fala da importância de produzir conteúdo para web. Mas você sabe realmente quais são os benefícios que essa estratégia pode trazer para o seu negócio? Então, continue essa leitura, pois neste blog post você vai entender a importância do marketing de conteúdo.

Produzir conteúdo para web deixou de ser apenas uma tendência de mercado, agora podemos encarar esse assunto como uma necessidade para quem deseja que sua marca alcance uma grande proporção e assim, não seja facilmente esquecida. (mais…)

A influência da tecnologia no Marketing

Ser uma pessoa antenada em tecnologia pode até te ajudar a se aventurar no mundo do marketing digital, mas isso não é suficiente para que sua empresa se destaque no mercado. Veja como usar a tecnologia no marketing ao seu favor e quais os impactos positivos e negativos de estar conectado. 

 

 

Tecnologia é o termo que, com base no conhecimento técnico e científico sobre um determinado assunto, desenvolve a transformação no uso de ferramentas e processos. Enquanto isso, o marketing é a capacidade de entender, explorar, e gerar valor para satisfazer as necessidades de mercado.

O uso da tecnologia no marketing, principalmente quando falamos de ferramentas e recursos, vêm se resignificando com o passar do tempo. É preciso entender essa constante mudança e principalmente avaliar e interpretar o que de fato serve para o seu negócio. 

Para debater sobre o assunto e entendermos um pouco mais sobre esse cenário, o Marcão, CEO da 8D Pro, convidou o Edney Souza. Conhecido no mundo digital como Interney, ele é Diretor Acadêmico na Digital House Brasil, organizador da Social Media Week São Paulo, e editor do blog WordPress.com Brasil.

 

Como o uso da tecnologia no marketing vêm se revolucionando com o passar dos anos? 

 

A tecnologia se tornou uma ferramenta de commodity. Não podemos mais dizer como dizíamos na década de 80 por exemplo, que esse é um diferencial competitivo. Hoje podemos afirmar que estar atendo às mudanças e principalmente ao comportamento do consumidor é o básico da sua estratégia.

É por essa razão que as marcas precisam estar alinhadas a essa realidade e fornecer os recursos necessários para que o usuário tenha cada vez mais a comodidade que está buscando. 

 

Como a tecnologia pode ajudar o mercado?

 

Com o apoio da  tecnologia é possível  falar com o mundo inteiro, e interagir com o mercado de maneira segmentada e estratégica.

Segundo dados divulgados pela empresa de inteligência SEMrush, no Brasil, mais de 50% de todo o tráfego no site de buscas são feitos através do smartphone e, ao todo, apontam um crescimento de 9,5%. Em média, o tamanho do público conectado aumenta entre 5% e 7% ao ano nos países analisados.

Porém, é preciso ter consciência de que ferramentas sozinhas não vão resolver problemas, bons profissionais precisam estar envolvidos . A base estratégica parte de pessoas, as ferramentas são um auxílio para que o processo seja otimizado e reduza falhas. 

A tecnologia é, portanto, um meio de conectar pessoas e negócios. Bons profissionais operando boas ferramentas tendem a ter resultados surpreendentes. 

 

Quem muda mais: o mercado ou o consumidor?

O consumidor muda mais porque alguns mercados tendem a acelerar essa transformação. Esse é um processo cíclico em que o consumidor demanda o mercado a medida que o mercado muda.

É o caso do delivery, por exemplo. O fato da comida ser facilmente entregue em casa faz o consumidor querer que outros nichos de mercado também ofereçam esse serviço.



Como as empresas podem evoluir para serem mais flexíveis no mundo do marketing digital?

 

O mercado, os consumidores e as estratégias tendem a cada vez mais serem impactados por mudanças e para sobreviver à esse turbilhão de novidades é preciso abrir a mente e estar aberto ao novo.

Entender que o comportamento do usuário deve ser levado em consideração em primeiro lugar é um ótimo primeiro passo.

O ambiente digital facilita a vida do usuário desde a eficiência em pedir um almoço com poucos cliques a até mesmo assinar um contrato sem precisar sair de casa. Ter na política da empresa que processos devem ser ágeis e otimizados para o usuário é uma grande evolução.

 

Quais são as recomendações para estar inserido nessa realidade? 

 

Abandone suas certezas e estude sempre. Não existe uma só ferramenta, é preciso ser omnichannel: estar em vários canais. Por outro lado, o principal desafio é manter tudo isso integrado. 

Além disso, só é possível dizer que um método não dá certo depois de testar e validar.

Por fim, não existe uma receita de bolo para tudo, é preciso entender o seu cenário e a cultura dos seus consumidores. Nenhuma metodologia dará certo se não for inserida à realidade do seu nicho. É por isso que agências de Marketing Digital partem de um estudo criterioso e aprofundado em cada mercado. Para que desta forma, sejam aplicadas metodologias avançadas e de performance para cada empresa.

Se você gostou desse post e quer entender melhor sobre a realidade do seu negócio e como usar a tecnologia ao seu favor, nós temos uma consultoria especializada para traçarmos juntos o melhor caminho. Clique aqui e fale com o nosso time. 

Acompanhe o Interney nas Redes Sociais:
Linkedin | Instagram | Facebook

7 vantagens de contratar uma agência de marketing digital para cuidar da sua empresa.

O ambiente digital e suas estratégias são capazes de gerar grandes resultados aos negócios e disso você já deve ter conhecimento visto a proporção que o digital tomou.

Porém, o que ainda não está claro para muitos é sobre a prestação de serviços e quem contratar para executá-los. Contudo, neste artigo vamos falar sobre profissionais, resultados e como você pode usar uma agência de marketing digital a seu favor. (mais…)